20/11/2006

Futebol

Mesmo faltando alguns jogos, o clima já é de final de campeonato. Depois de 15 anos de espera, o São Paulo Futebol Clube é o campeão brasileiro de futebol de 2006. Conquistou o mesmo título nos anos 1977, 1986 e 1991.

Tá certo que o futebol é um esporte que mexe com os nervos da gente, que consegue mobilizar multidões, que provoca alegrias e tristezas ao mesmo tempo, que faz com que as pessoas falem e façam coisas que jamais falariam e fariam em qualquer outra circunstância...

Mas o futebol, sobretudo nos últimos tempos, é mais um negócio do que um esporte. É mais a negação do ócio do que o exercício físico para o divertimento e o lazer. Tem mais interesses e intenções rolando no campo do que diversão dos jogadores e espetáculo pra quem se posiciona como torcedor.

Sinceramente, quando são milhares de dinheiros espalhados pelos cantos, pelos lados e pelos centros do estádio, não dá pra ficar muito empolgado com vitórias e conquistas de campeonatos. E nem com as derrotas.

Afinal, quem realmente ganha no começo, no meio e no fim das contas? Perguntinha fácil de responder, não é?

Um comentário:

  1. Anônimo16:06

    Por Ana Paula Offenstein Teles
    Não são somente os envolvidos com o futebol que saem ganhando no final das contas!
    Pode estar estourando uma bomba no Senado, a gripe suína pode estar dizimando um sem número de vítimas, mas quando o juiz apita anunciando o início da partida, tudo se torna secundário!
    E os bigodões maranhenses são salvos não pelo gongo, mas pelas cornetas das torcidas.É...
    Esse país é realmente o país do futebol!

    ResponderExcluir