01/11/2016

Apresentando-me

Olá! Meu nome é Donizete Soares. Moro na cidade de São Paulo. Sou professor de filosofia e co-responsável pelo INSTITUTO GENS.

Fiz graduação em filosofia na segunda metade dos anos de 1970. Desde então, trabalho com Educação e Filosofia. Fui professor em vários colégios, faculdades e universidades. Ultimamente, tenho atuado em educação não formal.

Decidi trabalhar com Filosofia e Astrologia. Isto mesmo! Juntei duas áreas de conhecimento, em geral, apresentadas como diferentes e até mesmo contraditórias. Optei por entender, diferente dos 'acadêmicos', que Mito não antecede Razão: o primeiro não é menos que o segundo; ambos expressam a capacidade humana de inventar e alterar o mundo. Dessa junção, resultou o que chamo e entendo por Astrofilosofia. Contei o desenrolar desse processo aqui.

Penso que distanciar áreas do conhecimento é mais uma das tantas bobagens de gente que, de tão fora de si mesma, ocupa-se mais em dividir do que somar, separar do que juntar, trapacear do que esclarecer... coisas de um tempo em que as pessoas, em geral tão necessitadas de acumular coisas e ideias, esquecem-se que viver é o tempo de conhecer, de saber de si, do outro, do mundo. Sobretudo, é tempo de compreender por que nasceu, o que está fazendo aqui e o que pode fazer.

Dessas coisas me ocupo. É com isso que trabalho. Ideias como essas habitam minha cabeça. Com elas vivo, e disseminá-las é o meu propósito: divulgar essa real possibilidade como estética da existência é o que me interessa nos anos que me restam. Entendo que colar pensamento e vida é o grande desafio!

Caso tenha interesse neste tipo de conversa, que não é outra coisa senão iniciar e/ou aprofundar processos de conhecimento de si mesmo [ou de individuação, como diz Jung], me disponho a, juntos, fazermos Leitura, Compreensão e Interpretação de sua carta natal [ou mapa astral] e ministrar aulas particulares, encontros e cursos de filosofia para pequenos grupos.

Um dos temas que considero especialmente interessante é Os trabalhos de Héracles – uma relação entre a trajetória do herói grego e os doze signos. Outro é estudar cada um dos pré, socráticos e pós do período grego sem desconsiderar, é claro, tantos outros que antes de nós teceram memoráveis considerações sobre eles. Mergulhar nas representações da Lua sobre a formação e manutenção da nossa personalidade, assim como em cada um dos corpos celestes é, sem dúvida, muito gratificante.

Enfim, o que quero é fazer filosofia, isto é, tratar temas como esses de modo racional e crítico e, assim, contribuir para que cada um descubra em si mesmo o ser que quer, pode e consegue ser.

É isto!

ET: leia também Pra ler o mapa do céu

Nenhum comentário:

Postar um comentário